A fé dá segurança da presença de Jesus

276

No Angelus deste domingo, 10, Papa Francisco refletiu sobre o trecho do Evangelho em que Jesus caminha sobre as águas. O Santo Padre se concentrou na segurança trazida pela fé em Deus, destacando que uma resposta pronta e confiante ao chamado do Senhor realiza coisas maravilhosas.

Francisco explicou que esta passagem é um ícone da fé de Pedro e esta é também a fé do cristão. “No personagem de Pedro, com os seus entusiasmos e suas fraquezas, está descrita a nossa fé: sempre frágil e pobre, inquieta e, todavia, vitoriosa, a fé do cristão caminha ao encontro do Senhor ressuscitado, em meio às tempestades e aos perigos do mundo”.

A cena final deste trecho do Evangelho também é carregada de importância, disse o Papa. No barco estavam os discípulos, unidos na experiência da fraqueza, da dúvida, do medo, da “pouca fé”. Mas quando Jesus voltou ao barco, o clima mudou e todos os que estavam com medo se tornaram grandes no momento em que se ajoelharam e reconheceram em seu mestre o Filho de Deus.

“Quantas vezes também acontece o mesmo com a gente. Sem Jesus, distantes de Jesus, sentimos medo (…) mas Jesus está sempre conosco, escondido, talvez, mas presente e pronto para nos apoiar”.

O Santo Padre destacou ainda que esta é uma imagem eficaz da Igreja: um barco que deve enfrentar as tempestades. Ele disse que o que salva a Igreja não são as qualidades e a coragem de seus homens, mas a fé que permite caminhar na escuridão, em meio às dificuldades.

“A fé nos dá a segurança da presença de Jesus sempre próximo, da sua mão que nos agarra para nos escapar do perigo. Todos nós estamos neste barco e aqui nos sentimos seguros apesar dos nossos limites e das nossas fraquezas. Estamos seguros, sobretudo, quando sabemos nos colocar de joelhos e adorar Jesus, o único Senhor da nossa vida”, finalizou.