Tempo de ser feliz

1193

“Deus conhece nossa estrutura, ele se lembra de que somos pó. Como um pai, é compassivo com seus filhos” (Sl 103,13).

Ao subir ao trono, um jovem monarca mandou instalar um sino de prata no alto do palácio. Quando o rei estivesse feliz, comunicaria o fato ao povo, tocando o sino. O tempo passou, vieram os filhos, grandes batalhas foram vencidas, os celeiros se encheram de trigo… Mas havia sempre alguma tristeza. Já de cabelos brancos, o reio ficou sabendo que era amado por seu povo. Dominado por um intenso júbilo, o rei subiu as escadas, puxou a corda e o povo soube – pela primeira vez – que ele estava feliz. Em seguida, o rei morreu.
O tempo de ser feliz é agora. Lembre-se de quantas pessoas o amam. Mande tocar o sino ainda hoje. Mais ainda: você é melhor do que imagina. Lembre-se de que Deus o ama e seu amor é definitivo.

Para meditar:

“Há no mundo milhares de formas de alegria, mas no fundo todas elas se resumem a uma única: a alegria de poder amar” (Michael Glent)